REPULSA - Crítica e Opinião Política
REPULSA - Crítica e Opnião Política
 
 
 
   
    O pobre e humilde Lula tem seus bens bloqueados por Moro  
   
   
    Por Repulsa, J.Rodrigues | 2017-07-20  
   
     
       
    Luiz Inácio é bem diferente daquele “Lula” que sobe no palanque e se diz igual ao povo pobre e trabalhador.  
   
    O homem mais honesto do Brasil como adora se intitular enriqueceu as “custas do povo brasileiro”.

“Lula tirou milhões da pobreza”. A dúvida é quanto ao destino destes milhões.

A simplicidade e a pobreza do Lula ficaram no passado.

No presente, Lula não passa de um daqueles homens ricos, pretensiosos e gananciosos, o oposto daquilo que ainda prega “ser” em seus discursos diante do povo pobre e trabalhador.

Quando discursa entre os “seus camaradas”, Lula não passa de um comunista safado, rico e arrogante.

O bloqueio

O Banco Central (BC) bloqueou R$ 606.727,12 de contas bancárias do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) após determinação do juiz federal Sérgio Moro, responsável pelos processos da operação Lava Jato na primeira instância.

O pedido de bloqueio foi realizado em outubro de 2016 pelo Ministério Público Federal (MPF), e somente agora, após a condenação do ex-presidente, Moro autorizou o bloqueio do dinheiro.

O despacho em que Moro autoriza o bloqueio é de 14 de julho deste ano e a confirmação dos bloqueios aconteceram na tarde de terça-feira (18).

“O homem simples de contas bancárias bem recheadas”.

Segundo informações do Banco central, os R$ 606.727,12 foram encontrados em quatro contas do ex-presidente: No Banco do Brasil foram bloqueados R$ 397.636,09; Na Caixa Econômica Federal o valor de R$ 123.831,05; No Bradesco o total de R$ 63.702,54; e no Banco Itaú o valor bloqueado foi de R$ 21.557,44.

Houve também o sequestro e arresto de dois carros, três apartamentos e um terreno, em São Bernardo do Campo (SP).

De acordo com o juiz Moro a medida pretende garantir “a reparação dos danos decorrentes do crime”.

Ficou reconhecido que contrato entre o Consórcio Conest/Rnest gerou cerca de R$ 16 milhões em vantagem indevida aos agentes do PT e conforme o juiz, dessa quantia, R$ 2.252.472 foram destinados ao ex-presidente por meio do apartamento triplex.

Dos R$ 16 milhões, o juiz descontou o valor do triplex, dos três apartamentos, do terreno e dos dois carros e determinou que a diferença fosse bloqueada de contas bancárias até o limite de R$ 10 milhões.

A condenação

Lula foi condenado a 9 anos e seis meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no processo da Lava Jato envolvendo um triplex em Guarujá.

 
   
 
   
    Suposta gravação de Lula com Rui Falcão após a delação do Palocci  
   
 
   
    Reforma Política, o novo golpe da esquerda brasileira  
   
 
   
    Caravana de Lula pelo nordeste já é um fracasso  
   
 
   
    STF retira do juiz Moro depoimentos de delatores da JBS contra Lula e Mantega  
   
 
 
 
REPULSA - Crítica e Opinião Política

Todos os direitos reservados © Copyright 2017, a Repulsa Press, Jon Rodrigues. Desenvolvimento e hospedagem web, Jon Rodrigues.