REPULSA - Crítica e Opinião Política
REPULSA - Crítica e Opnião Política
 
 
 
   
    Lula, testemunha de defesa de Eduardo Cunha  
   
   
    Por Repulsa, J.Rodrigues | 2017-07-05  
   
     
       
    Como pode um bandido ser testemunha de defesa de outro bandido?  
   
    Aceitar um criminoso como testemunha de defesa não retira a legitimidade da defesa?

O ex-presidente da República Lula e Marcelo Odebrecht prestaram depoimento na terça-feira (4), como testemunhas de defesa do deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) e do doleiro Lúcio Funaro.

Os dois depoimentos à Justiça Federal de Brasília foram prestados por meio de videoconferência.

Cunha e o Funaro foram alvos de mandados de prisão da Operação Sépsis, desdobramento da Lava Jato que apura as supostas irregularidades no FI-FGTS.

Segundo a PF os dois são suspeitos de cobrar propina de empresários para liberar empréstimos com juros reduzidos por meio do fundo de investimentos abastecido com dinheiro dos trabalhadores.

A Polícia Federal (PF) acredita que operações do FI-FGTS teriam gerado R$ 20 milhões em propina para políticos do PMDB, entre eles Eduardo Cunha.

 
   
 
   
    Suposta gravação de Lula com Rui Falcão após a delação do Palocci  
   
 
   
    Reforma Política, o novo golpe da esquerda brasileira  
   
 
   
    Caravana de Lula pelo nordeste já é um fracasso  
   
 
   
    STF retira do juiz Moro depoimentos de delatores da JBS contra Lula e Mantega  
   
 
 
 
REPULSA - Crítica e Opinião Política

Todos os direitos reservados © Copyright 2017, a Repulsa Press, Jon Rodrigues. Desenvolvimento e hospedagem web, Jon Rodrigues.