REPULSA - Crítica e Opinião Política
REPULSA - Crítica e Opnião Política
 
 
 
   
    Governo baixa meta da inflação para 4,25% em 2019 e 4% em 2020  
   
   
    Por Repulsa, J.Rodrigues | 2017-06-29  
   
     
       
    Esta é a primeira redução da meta desde 2005. A medida indica que governo vai buscar inflação menor nos próximos anos.  
   
    Conselho Monetário Nacional (CMN) anunciou nesta quinta-feira (29), que a meta central de inflação será de 4,25% em 2019 e de 4% em 2020.

Desde 2005 a meta perseguida pelo Banco Central, permaneceu em 4,5% ao ano - índice considerado alto para padrões internacionais. Segundo o conselho a meta de 4,5% vai vigorar até 2018.

Com tudo, a redução da meta indica que o governo Esta é a primeira redução da meta desde 2005. A medida indica que governo vai buscar inflação menor nos próximos anos.

vai perseguir uma inflação mais baixa nos próximos anos e cria a expectativa de preços mais estáveis no futuro.

A mudança traz benefícios para os consumidores e as empresas, na formação dos preços e nas taxas de juros cobradas pelos bancos.

Além da meta central, o sistema brasileiro de meta de inflação prevê um intervalo de tolerância, que foi mantido pelo CMN nesta quinta em 1,5 ponto percentual para cima e para baixo.

Com isso, o Banco Central cumprirá a meta se a inflação oscilar entre 2,75% e 5,75% em 2019, e entre 2,5% e 5,5% em 2020.

De acordo com o conselho monetário, o IPCA nos últimos 5 anos ficou bem distante do centro da meta de 4,5% e mais próximo ao teto de 6,5%. No período entre 2012 e 2016, a inflação apresentou variação de 5,84% a 10,67%.

Comentário

Podem falar o que quiser, só não podem falar que o Governo Temer não tem atuado de forma séria e responsável no que diz respeito à recuperação da economia brasileira.

A mudança de meta da inflação é mais uma demonstração de que, apesar da crise política e o envolvimento do presidente em escândalos de corrupção, o seu governo está focado na mudança e na estabilidade econômica do Brasil.

Pena, infelizmente, é mais uma vez testemunharmos a “má política” intervir de forma negativa na recuperação do nosso país.

 
   
 
   
    Suposta gravação de Lula com Rui Falcão após a delação do Palocci  
   
 
   
    Reforma Política, o novo golpe da esquerda brasileira  
   
 
   
    Caravana de Lula pelo nordeste já é um fracasso  
   
 
   
    STF retira do juiz Moro depoimentos de delatores da JBS contra Lula e Mantega  
   
 
 
 
REPULSA - Crítica e Opinião Política

Todos os direitos reservados © Copyright 2017, a Repulsa Press, Jon Rodrigues. Desenvolvimento e hospedagem web, Jon Rodrigues.